Últimas atualizações
Novo endereço do Cognosco: http://www.cognoscomm.com
Diário das pequenas descobertas da vida.
Domingo, 11 de Dezembro de 2005
Paulum adnotamentum
Há já bastante tempo que, no Cognosco, não era possível comentar artigos que estivessem arquivados. Assim que se tentava recebia-se o erro «no id_entry found»
Após vários e-mails sem resposta útil enviados a quem de responsabilidade e após várias infrutíferas experiências de tentativa e erro, eis que hoje, 11 de Dezembro de 2005, consegui configurar o Cognosco com sucesso.</br></br>É já possível comentar com sucesso qualquer artigo arquivado, desde o primeiro («Cognosco primo») até ao último.</br>Basta ir à barra lateral do Cognosco e «Últimas cogitações» ou «Artigos e sinopses». Qualquer arquivo individual que se escolhe tem, no final, a opção para cogitar (com o número de comentários já existentes entre parêntesis) e em baixo os comentários anteriores. Carregando em «Cogitar» surge então uma nova janela onde já é possível deixar um comentário.</br></br>A razão da anterior impossibilidade é da minha responsabilidade.</br>Há algum tempo decidi modificar a estrutura interna do Cognosco de forma a não gravar ficheiros mensais nem diários. Apenas arquivos individuais.</br>É que o Cognosco, com apenas 5 meses de existência, rondava já uma taxa de ocupação de 50%. Ou seja, em menos de um ano (10 meses), o Cognosco teria de ser apagado ou então criado um segundo Cognosco.</br></br>Não satisfeito com nenhuma das opções, retirei a opção de arquivar mensalmente.</br>De cada vez que o Cognosco gravava um ficheiro mensal, eram umas boas dezenas de quilobytes que enchiam o espaço disponível (que é apenas de 15 Mb).</br>Para isso fui ao menu de edição do Cognosco, escolhi na barra lateral «Configuração do Blog», escolhi o separador «Arquivar» e retirei a opção de arquivo mensal.</br></br></br></br>Restava agora apagar todos os arquivos mensais guardados no blog, e que ocupavam espaço. Fui novamente à barra lateral, escolhi «Gestão de ficheiros» e apaguei todos os ficheiros html constituidos por dois números separados por um traço (os arquivos mensais) e deixei apenas os html com um único número (os ficheiros individuais).</br></br>Inicialmente tudo estava bem. Todos os ficheiros arquivados eram comentáveis.</br>Então a praga das publicidades enviadas em bloco para blogs escalou a um ponto que obrigou os responsáveis pelo Sapo a acrescentar uma protecção aos comentários, a já famosa caixa de números a copiar (que inicialmente era constituido por letras, o que foi alterado devido à dificuldade de percepcionar correctamente qual a letra apresentada).</br></br>E de repente os artigos arquivados deixaram de ser comentáveis. Sempre que se tentava surgia a supracitada mensagem de erro.</br>Tornei-me pela primeira vez consciente desse problema quando alguém comentou, em Julho, um artigo de Maio, dizendo que não tinha conseguido comentar no artigo que desejava. Imediatamente fui ao dito artigo, tentei comentar, e surgiu a mensagem de erro.</br></br>O que fazer? Como permitir comentários a artigos em arquivo?</br>Tentei perceber pelos meus meios o que se passava.</br>Não surgia a caixa de cópia de números, logo não era possível comentar.
Mas onde e como colocar essa caixa?</br>Inquiri então electronicamente que melhor me poderia esclarecer essa questão.</br>De cada vez que enviei um e-mail sobre essa questão recebi-a invariavelmente a mesma sequência de respostas: primeiro diziam que conseguiam comentar e não percebiam a minha questão e, após o meu esclarecimento mais detalhado, informavam que os técnicos encontravam-se a tentar resolver a questão.
Após meses de espera, em que o Cognosco arquivado era incomentável, decidi fazer algumas alterações. Uma delas foi alterar o número de dias que o blog apresentava na página de abertura de 7 dias para 14 dias. Não era a melhor opção, já que fazia demorar o tempo de carregamento do blog, mas já era alguma coisa.</br>Coloquei também, na barra lateral do blog, os meses de publicações do blog, que continham links para cada arquivo individual e as suas respectivas sinopses.</br>Mas os artigos continuavam incomentáveis.</br></br>Até que hoje, após um domingo atarefado, com questões para resolver para a semana seguinte e um artigo para acabar e publicar, descobri, por tentativa e erro, como modificar o Cognosco e permitir o comentário aos artigos em arquivo.</br></br>Fui novamente ao menu de edição do blog, escolhi, na barra lateral, a opção «Configuração do Blog», e, no «Modelos de Arquivo», escolhi «Individual Entry Archive».</br>Uma vez lá, dirigi-me ao fim da janela que surgia.
Depois de algum tempo de experiências e modificações, finalmente percebi o que fazer.</br></br>Substituí todo o texto que começava com <&$MTEntryBody$> e acabava no fim do ficheiro com </html> por:</br></br><$MTEntryBody$></br></br><a name="more"></a>
<$MTEntryMore$></br></br><DIV class=posted align="left">Publicado por <$MTEntryAuthor$> às <a href="<</br>MTEntryPermalink$>"><$MTEntryDate format="%H:%M"$></a></br><MTEntryIfAllowComments> | <a href="<$MTCGIPath$><$MTCommentScript$>?entry_id=<$MTEntryID$>" onclick="OpenComments(this.href); return false">Comentar (<$MTEntryCommentCount$>)</a></MTEntryIfAllowComments></DIV></DIV></br></br><div class="comments-head"><a name="comments"></a>Comentários</div></br></br><MTComments>
<div class="comments-body">
<$MTCommentBody$>
<span class="comments-post">Publicado por: <$MTCommentAuthorLink spam_protect="1"$> a <$MTCommentDate$></span>
</div></br></MTComments></br></br></div>
</body></br></html>
</br></br>Desta forma, não só consegui que os artigos arquivados fossem comentáveis, como todos os comentários anteriores aparecem imediatamente visíveis abaixo do artigo.</br></br>Não há dúvida que a perseverança compensa e finalmente uma das questões que mais desejava resolver na estrutura do blog foi resolvida.</br>A todos quanto desejem poupar espaço no seu blog, recomendo a opção de retirarem o arquivamento mensal dos arquivos. É que com esse arquivamenmto, cada artigo é guardado duas vezes, ocupando o dobro do espaço que deveria (individual e mensal). </br></br>Outra opção é eliminar o arquivamento individual e apenas ficar com o arquivamento mensal. Dessa forma não é necessário mexer na estrutura do blog e tudo funcionará perfeitamente, com os artigos a serem arquivados apenas uma vez.</br>O mais importante, como sempre, é fazerem cópias de segurança caso mexam na estrutura do blog. Se não o fizerem algo pode correr mal e lá se vai todo o blog à vida...</br></br>E claro, uma das principais razões pelas quais passei de uma taxa de ocupação de 52,8% (7,92 Mb) com 200 imagens para uma taxa de 25,4% (3,81 Mb) foi o facto de ter copiado todas as imagens que estavam arquivadas no blog para uma página pessoal.</br>Poupei assim 4,11 Mb (27,4%) no blog. Com a opção de gravar somente arquivos individuais e apagando os arquivos mensais são existentes poupei os restantes 6%.</br></br>E neste momento já posso dormir «sossegado» sabendo que o Cognosco, que tem neste momento 295 dias de existência (138 dos quais com artigos), tem uma taxa de ocupação de apenas 22,9% (3,5 Mb). Por este andar pode ainda existir, sem mais medidas de poupança, por cerca de 4 vezes o seu tempo de existência actual. Pode assim viver imperturbado cerca de mais 3 anos.</br>E quando chegar a altura em que o espaço rareie, serão os artigos arquivados a serem colocados na página pessoal onde já estão as imagens...</br></br>No título «Pequeno comentário


Publicado por Mauro Maia às 23:47
Atalho para o Artigo | Cogitar | Adicionar aos favoritos

3 comentários:
De Alfinete de Peito a 12 de Dezembro de 2005 às 12:25
Porreiro se poder comentar artigos antigos, tens alguns de muito valor.

Temos dito.


De Mauro a 12 de Dezembro de 2005 às 20:46
Obrigado pelas palavras. Concordo, sem falsas modéstias, que há alguns interessantes arquivados. Muitos dos iniciais (os anteriores a Abril e ao contador) não são lá grande coisa, mas também estava a explorar este meio informático. E em 10 meses de puro auto-didacta penso que já se fizeram por aqui grandes progressos...


De Maria Papoila a 26 de Dezembro de 2005 às 23:23
Ainda ando às "aranhas" e às "apalpadelas" com estas ferramentas... e mais... sempre com medo de apagar tudo..., o que já me aconteceu... Beijo


Comentar artigo

Cognosco ergo sum

Conheço logo sou

Estatísticas

Nº de dias:
Artigos: 336
Comentários: 2358
Comentários/artigo: 7,02

Visitas:
(desde 26 de Abril de 2005)
no Cognosco
 
Cogitações recentes
Olá Ribeiro. Eis um link atualizado para a folha d...
Seria possível fornecer um link atualizado para o ...
Obrigado, João, pela contribuição. Não está no art...
Estive lendo sua cogitação à respeito do cálculo d...
Obrigado, Aleff, pelo apreço pelo artigo. Exatamen...
Artigos mais cogitados
282 comentários
74 comentários
66 comentários
62 comentários
44 comentários
Artigos

Outubro 2017

Agosto 2017

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Julho 2016

Março 2015

Dezembro 2014

Outubro 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005