Últimas atualizações
Novo endereço do Cognosco: http://www.cognoscomm.com
Diário das pequenas descobertas da vida.
Terça-feira, 10 de Maio de 2005
Planícies aluviais
Planície aluvialOs erros no uso do Português não se restringem à Ortografia. Pode-se até facilmente constatar que o grupo de erros que mais facilmente surge em Português prende-se com a Oralidade e não com a Ortografia.
Faço esta afirmação respeitando os regionalismos de pronúncia das palavras.
Não é essa situação que refiro.

Que se diga oiro ou ouro ou que se siga camión ou camião são diferenças que se podem notar (por vezes até estranhar) dentro do regionalismo próprio que formou a oralidade de cada um mas que se respeitam enquanto pronúncias e desde que não afectem a correcta ortografia.
Mas há situações que largamente galgam as margens do regionalismo e tranquilamente se instalam nas planícies aluviais do erro, mais se aproximando de pântanos...

Não há justificação para acentuar oralmente sílabas que não são a tónica.
Uma das situações (de entre tantas...) em que isso ocorre é na palavra que designa a velhíssima senhora, a Monarquia (distinguindo-a eu assim da velha senhora, o Estado Novo</i>)
Assim monarquia, palavra grave que tem como últimas sílabas nar+qui+a é muitas vezes lido como monárquia, na incorrecta ideia de que se é monarca então é monárquia, quando apenas uma das últimas 3 sílabas de uma palavra pode ser a sílaba tónica. (Veja-se o artigo Pior palavra do dia (22-4-2005)).
Outros exemplos de incorrecta localização da sílaba tónica relacionam-se com palavras que têm como raízes palavras que têm a sílaba tónica onde erradamente é colocada na nova palavra.

No outro dia escutei a pavorosa palavra árqueiro, quando se pretendia referir uma unidade militar armada com arcos, os arqueiros. Foi o suficiente para diminuir um pouco o brilho de um excelente programa sobre Alexandre Magno. Felizmente (para o canal e para mim como espectador) o tema era suficientemente aliciante e a produção (inglesa) do programa suficientemente boa para que eu não desligasse a televisão...


Publicado por Mauro Maia às 16:31
Atalho para o Artigo | Cogitar | Adicionar aos favoritos

3 comentários:
De fm a 10 de Maio de 2005 às 19:45
Chamas a atenção para um aspecto linguístico que considero muito importante: a oralidade. De facto não raras vezes ouvimos erros crassos vindos de quem ou de onde não se espera ou se esperaria ouvir. É um facto que em diversos programas de televisão, sejam de entretenimento sejam de âmbito cultural ou de outra natureza, há pouco zelo relativamente à expresssão oral. Esta situação é tanto ou mais gravosa se pensarmos que são muitas as pessoas e de difentes faixas etárias que os acompanham. Ou seja, aqui temos uma forma de fazer passar e perpetuar erros linguísticos através do que se ouve.


De Rui a 10 de Maio de 2005 às 19:51
Foi quando estive no Museu do Pão que reparei em algo curioso: a escrita portuguesa de há cem anos atrás tinha estilos que hoje seriam os terrores de cada professor de português.


De Mauro a 12 de Maio de 2005 às 12:52
Claro, a língua evolui. A questão é que há 100 anos ERA Português correcto. O ênfase é no facto de se usar O Português correcto na época em que vivemos.


Comentar artigo

Cognosco ergo sum

Conheço logo sou

Estatísticas

Nº de dias:
Artigos: 336
Comentários: 2358
Comentários/artigo: 7,02

Visitas:
(desde 26 de Abril de 2005)
no Cognosco
 
Cogitações recentes
Obrigado, João, pela contribuição. Não está no art...
Estive lendo sua cogitação à respeito do cálculo d...
Obrigado, Aleff, pelo apreço pelo artigo. Exatamen...
achei muito interessante essa sua forma de ver a l...
Obrigado, Desejo um bom 2014 também.
Artigos mais cogitados
282 comentários
74 comentários
66 comentários
62 comentários
44 comentários
Artigos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Julho 2016

Março 2015

Dezembro 2014

Outubro 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005