Últimas atualizações
Novo endereço do Cognosco: http://www.cognoscomm.com
Diário das pequenas descobertas da vida.
Quarta-feira, 4 de Maio de 2005
Girl Power
Os mosquitos, essas pragas aladas que nos atormentam os Verões.</br>
Na verdade é o único animal que activamente procuro e liquido
(palavra grave, sem acento, do verbo liquidar. Nada tem a ver com líquido, palavra esdrúxula, logo com acento, um dos 5 estados da matéria. Sobre este e os outros quatro, ver Estados materiais).</br></br>

É instintivo, não consigo dormir com a ideia de que existe pelo menos um a circular sobre a minha cabeça.</br>
Mas esse facto não me impossibilita de me maravilhar com a sua concepção, constantemente melhorada ao longo destes 30 milhões de anos em que existem neste Planeta.</br>
Mosquito é a palavra espanhola que significa pequena mosca. Pertencem à Ordem Diptera, em conjunto com as moscas, suas parentes chegadas. Mas, ao contrário destas, os mosquitos têm asas escamosas, patas compridas e as fêmeas têm uma peça bocal, o proboscídeo, como as borboletas, mas usado para perfurar a pele. Os machos não têm...</br></br>

Há uma série de preconcepções erradas sobre estas maravilhas biotecnológicas:</br></br>

.:. Em relação à maneira como encontram as suas potenciais vítimas há 3 métodos diferentes que usam:</br>
~ Sensores químicos: os mosquitos conseguem detectar o dióxido de carbono e o ácido láctico libertados na respiração até 40 metros. São tambem atraídos pelos químicos do suor a essa distância. É por serem atraídos pelo suor que, por vezes, pessoas que partilham a mesma cama podem ser desigualmente mordidas: quem sua mais atrai mais os mosquitos.</br>
~ Sensores visuais: os mosquitos são muito sensíveis aos contrastes com o meio envolvente. Roupas que contrastam com o meio ambiente e especialmente combinadas com movimento, atraem os mosquitos. Talvez não seja má ideia comprar pijamas que combinam com a roupa de cama... (também neste aspecto, o sexo feminino acaba por ter razão quando procura harmonizar os tecidos decorativos das casas)</br>
~ Sensores de calor: os mosquitos detectam calor corporal, uma vez que isso significa sangue. Durante 30 milhões, os mosquitos com os melhores sensores foram sobrevivendo e deixando mais descendência. A Evolução em acção e os sensores a melhorar...</br></br>

.:. O seu corpo é uma maravilha de concepção e miniaturização que envergonharia a indústria japonesa. O corpo é constituído por 3 partes principais:</br>
</br></br>

~ Cabeça: onde se situam todos os sensores, o palpos (a "boca") e a peça bocal;</br></br>

~ Tórax: onde se situam as suas asas, as seis pernas, o sistema circulatório e algumas células nervosas;</br></br>

~ Abdómen: contém os sistemas digestivo e excretório;</br></br>

.:. Não há apenas um tipo de mosquito. Há 2 mil e 700 espécies diferentes de mosquitos, reunidas em 35 géneros diferentes. Em todos eles, as fêmeas colocam os ovos em água parada, de onde nascem larvas que se desenvolvem até à idade adulta. Por isso, surgem preferencialmente no Verão: a humidade e o calor são necessários para a sua maturação. Rapidamente transformam-se em adultos que mordem;</br></br>

.:. Os mosquitos macho não se alimentam de sangue! Como já referido, apenas as fêmeas têm a peça bucal para picar e extrair sangue. Os machos não têm. Assim que se tornam adultos, os mosquitos acasalam e as fêmeas procuram um sítio para colocar os ovos. Para alimentar as larvas que se desenvolverão nos ovos, esta morde um animal ou um pássaro para lhes extrair sangue. Este será depositado no abdómen da fêmea, onde estão os ovos, prontos para serem postos. Os machos vivem pouco tempo após acasalarem e alimentam-se do néctar das plantas, alimentando-se através do seu palpo.</br></br>

São as fêmeas mosquito que nos tiram o sono à noite.</br>
Os machos pouco mais são do que objectos de consumo para as fêmeas.</br></br>

Poder feminino</br>


Publicado por Mauro Maia às 12:53
Atalho para o Artigo | Cogitar | Adicionar aos favoritos

2 comentários:
De Rui a 4 de Maio de 2005 às 13:58
Apesar dos insectos serem claramente a maior maravilha da Natureza, bem acima de qualquer outra espécie animal ou vegetal, qualquer fenómeno, maravilha ou embasbacamento que nos possam fornecer são rapidamente dissipados e liquidados quando se ouve aquele "bzzz" tão característico...


De Rui a 4 de Maio de 2005 às 14:00
Ao qual apraz acrescentar, mas acrescentar num ódio sentido e maravilhado: "Damn you, mosquitoes! Damn you all!"


Comentar artigo

Cognosco ergo sum

Conheço logo sou

Estatísticas

Nº de dias:
Artigos: 336
Comentários: 2358
Comentários/artigo: 7,02

Visitas:
(desde 26 de Abril de 2005)
no Cognosco
 
Cogitações recentes
Obrigado, João, pela contribuição. Não está no art...
Estive lendo sua cogitação à respeito do cálculo d...
Obrigado, Aleff, pelo apreço pelo artigo. Exatamen...
achei muito interessante essa sua forma de ver a l...
Obrigado, Desejo um bom 2014 também.
Artigos mais cogitados
282 comentários
74 comentários
66 comentários
62 comentários
44 comentários
Artigos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Julho 2016

Março 2015

Dezembro 2014

Outubro 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005