Últimas atualizações
Novo endereço do Cognosco: http://www.cognoscomm.com
Diário das pequenas descobertas da vida.
Sábado, 23 de Abril de 2005
Receita para um Super-Homem
</br>

~ Junte-se 1024 pessoas. Divida-se em 512 grupos de 2. Em cada grupo cada um escolhe "par" ou "ímpar". Um dado é lançado. O que perde (não acertou) sai.</br>

~ Junte-se as 512 pessoas que ficaram. Divida-se em grupos de 256 pessoas. Em cada grupo cada um escolhe "par" ou "ímpar". Lança-se um dado. O que não acertou sai.</br>

~ Junte-se as 256 pessoas que ficaram. Faz-se o mesmo e sai quem não acertou.</br>

~ Repete-se e o número de grupos vai diminuindo. 128, 64, 32, 16, 8, 4, 2, 1.</br>

Obtém-se um par final homogéneo, em que os dois foram 10 sucessivas vezes vencedores. Os dois acertaram nas 10 vezes em que tiveram de escolher se queriam par ou ímpar. Cada um dos dois pensa: "Eu devo ter um sexto sentido para estas coisas. Até agora acertei sempre. Eu sinto qual será a resposta ainda o dado não foi lançado. Eu devo conseguir ver o futuro!"</br></br>
Cada um escolhe "par" ou "ímpar". O que não acerta sai. O vencedor dá pulos de alegria. "Eu ganhei! Eu ganhei! Eu tenho mesmo um poder especial!"</br>
Passado um ano realiza-se o mesmo concurso. O campeão em título prepara-se para uma vitória folgada. "Afinal eu tenho um poder especial. Que podem estes coitados contra mim?". 1026 pessoas são divididas em grupos de 2 e escolhem "par" ou "ímpar". O campeão escolhe e sai.</br>
Moral da história A falácia do vencedor. É óbvio que alguém seria o vencedor. Quem vencesse teria ganho 10 vezes seguidas a escolha do tipo de número correcto. Mas a escolha é aleatória, o resultado é aleatório, o vencedor em cada grupo é aleatório. No final há aleatoriamente um vencedor de entre todos. Não é o melhor, não é o mais sortudo, não é o mais clarividente, não é o mais sagaz. Teria de ser um de entre todos. Se fossem</br>
1 048 576 pessoas de entre elas uma só teria acertado 20 vezes seguidas no tipo de número correcto. As pessoas têm a predisposição (inata?) de ligar acontecimentos aleatórios e senti-los como se estivessem ligados. Eis a origem das superstições. Mas estas são ainda piores. Basta por vezes que seja uma Sexta-feira 13 e tropeçarmos num degrau para acharmos que estão ligadas uma coisa com a outra. Mas continua a ser aleatório. O que a inteligência permite são os meios para discernir entre a ilusão da causalidade e a verdadeira causalidade. Superstições, crenças, religiões, seitas, filosofias de vida, até a própria ciência, tudo é é sensível a esta falácia mas só a inteligência nos ilumina a fronte com a luz da correcta causalidade. Foi assim que nos tornámos homo sapiens (homem conhecedor, em latim). Trancendendo a ilusão da causalidade.</br>


Publicado por Mauro Maia às 16:15
Atalho para o Artigo | Cogitar | Adicionar aos favoritos

3 comentários:
De Rui a 23 de Abril de 2005 às 20:38
Olha, e eu já expectante a salivar pelas revelações que me irias trazer em como eu poderia aprender a voar e a atrair todas as donzelas à minha volta. E afinal, era só uma metáfora matemática. :~( Oh, bem, é a meia-vida.


De Mauro a 23 de Abril de 2005 às 21:04
O título do artigo conseguiu então o seu objectivo... Ó para o título todo feliz! EhEhEhEhEh! ;)


De Mauro a 23 de Abril de 2005 às 21:35
Se bem que me parece que a mensagem do artigo talvez te tenha passado ao lado: não é uma metáfora...


Comentar artigo

Cognosco ergo sum

Conheço logo sou

Estatísticas

Nº de dias:
Artigos: 336
Comentários: 2358
Comentários/artigo: 7,02

Visitas:
(desde 26 de Abril de 2005)
no Cognosco
 
Cogitações recentes
Obrigado, João, pela contribuição. Não está no art...
Estive lendo sua cogitação à respeito do cálculo d...
Obrigado, Aleff, pelo apreço pelo artigo. Exatamen...
achei muito interessante essa sua forma de ver a l...
Obrigado, Desejo um bom 2014 também.
Artigos mais cogitados
282 comentários
74 comentários
66 comentários
62 comentários
44 comentários
Artigos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Julho 2016

Março 2015

Dezembro 2014

Outubro 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005