Últimas atualizações
Novo endereço do Cognosco: http://www.cognoscomm.com
Diário das pequenas descobertas da vida.
Sábado, 23 de Abril de 2005
Pessoa (in)completa
O Binómio de Newton é tão belo rigado pela chamada de atenção, como a Vénus de Milo,</br>o que há é poucos para perceber isso</br>
Vénus de Milo</br></br>
Eis uma das citações de um famoso poeta português, Fernando Pessoa, pela "mão" de um seu heterónimo, Álvaro de Campos (Obrigado pelo chamada de atenção, Francisco Dias). Fernando Pessoa conhecia, usava e gostava do Binómio de Newton porque este era uma valiosa ferramenta nos seus cálculos astrológicos (cada um com a sua idiossincracia. Até os seus ortónimos foram criados de acordo com um mapa astral...)</br></br>
Mas quantos do que já estudaram Português alguma vez se perguntaram o que é o Binómio de Newton? E quantos de facto alguma vez chegaram a ter uma resposta a essa questão? Ou a saber porque o achava Pessoa?</br></br>O que é o Binómio de Newton é uma questão simples, de resposta simples mas que necessita de alguns pozinhos de perlim-pim-pim matemáticos que qualquer criança com 12 anos possui no seu saco de pozinhos mágicos que leva todos os dias para a escola.</br></br>~Primeiro: o Binómio de Newton é uma forma de fazer contas grandes, complexas e chatas de uma forma simples e rápida. São contas que, se não fosse por este método, eram compridas de fazer e escrever mesmo usando uma calculadora.</br>(por exemplo, quanto é (18 + 5)7 ou (x - 2)5)</br></br>~Segundo: foi de facto Newton quem desenvolveu este método (que tem justamente o seu nome) como forma de simplificar contas que necessitava fazer mas para as quais tinha pouco tempo ou paciência para fazer. E fê-lo de uma forma simples, bonita, elegante e que ligava a Matemática contemporânea com a chinesa de milhares de anos A.C.</br></br>~Terceiro: os Chineses entram nesta história porque gostavam de brincar com os números, de os colocar de formas diferentes numa folha de papel e achar padrões bonitos ou engraçados. Uma dessas formas que descobriram foi o denominado, milhares de anos depois, de Triângulo de Pascal, assim chamado porque o Filósofo/Matemático Pascal redescobriu-o pensando ter sido o primeiro a fazê-lo.</br>Este triângulo é simples de fazer e compreender. Trata-se de filas de números umas por baixo das outras, cada fila com mais um número do que a anterior, cada fila a começar e a acabar em 1 e cada fila a ser formada somando dois números consecutivos da fila anterior e colocando o resultado por baixo dos dois, desta forma:</br>Triângulo de Pascal</br>(os hexágonos da figura servem apenas como auxiliar visual. O Triângulo de Pascal são só os números e o triângulo pode ser aumentado quanto se queira.)</br></br>~Quarto: Entram os pozinhos. É preciso lembrar o que são variáveis e como se fazem contas com elas. Por exemplo, x + x = 2x, x x x = x2. O Triângulo de Pascal serve também para fazer contas parecidas mas mais chatas (e quanto mais compridas são mas chatas são). Por exemplo:</br>
(x + 1)0 = 1</br>
(x + 1)1 = x + 1</br>
(x + 1)2 = x2 + 2x + 1</br>
(x + 1)3 = x3 + 3x2 + 3xx + 1</br>
(x + 1)4 = x4 + 4x3 + 6x2 + 4x + 1</br>
...</br>
(como estas contas dão este resultado é mais demorado de explicar, mas 3 significa que se multiplica por si mesmo 3 vezes).</br>
~Quinto: mas o que tem a ver aquele triângulo de cima com estas avantesmas de contas? Aí é que entre o Binómio de Newton. Se se reparar no triângulo e nas contas é fácil de reparar que:</br>
~ quando está elevado a 0 (0) o resultado é 1 (1ª linha do triângulo);</br>
~ quando é 11 x x + 1 x 1 (2ª linha);</br>
~ quando é 21 x x + 2 x x + 1 (3ª linha)</br>
~ quando é 31 x x3 + 3x2 + 3 x x2 + 1 x 1 (4ª linha)</br>

E este padrão repete-se indefinidamente. Se se quisesse 7 era só:
~ verificar os números da 7ª linha ( 1 7 21 35 35 21 7 1);</br>
~ escrever o x7 + 7 x x6 + 21 x x5 + 35 x x4 + 35 x x3 + 21 x x2 + 7 x x + 1</br>
~ cada x está elevado a um número cada vez mais pequeno, começando naquele ao qual se estava a elevar o (x + 1)</br>
Isto também se aplica a outros binómios, como (x - 3) ou (2x +5)...</br>

A fórmula matemática é </br>Binómio de Newton</br>
em que o sigma inicial representa a sucessão de somas a fazer.</br>
</br>

Eis porque o Binómio de Newton é tão belo como a Vénus de Milo. Contas chatas e compridas (aquela do 7 gastaria à vontade um página A4 para se fazer completa) são magicamente trnasformadas, e usando um triângulo simples e curioso de escrever, num resultado fácil de escrever e pequeno (uma só linha).</br>
Se bem que na minha opinião o Binómio de Newton é mais belo do que a Vénus de Milo. Além de que não lhe falta nem braços nem as cores originais...</br>


Publicado por Mauro Maia às 00:09
Atalho para o Artigo | Cogitar | Adicionar aos favoritos

4 comentários:
De Rui a 23 de Abril de 2005 às 20:36
Conheço quem, na pressão de um teste, tenha desenvolvido esse triângulo de Pascal até à sétima linha. Sim, exacto. É curioso que, anos mais tarde, ele seria o melhor aluno do seu curso - Eng. Civil...


De Mauro a 23 de Abril de 2005 às 21:09
E as intricadas maravilhas que se encerram neste humilde triângulo não páram de se revelar... Quase parece que o Edifício Matemático teve os seus quartos integralmente reservados pelos 4 cantos do Mundo matemático...


De Francisco Dias a 23 de Setembro de 2009 às 19:14
"Álvaro de Campos" é heterónimo de F. Pessoa, não ortónimo. O ortónimo é o próprio "Fernando Pessoa". Só uma pequena cogitação rectificativa.


De Mauro a 24 de Setembro de 2009 às 10:55
Obrigado, «Francisco Dias», pela chamada de atenção. Tens toda a razão e já alterei o artigo nesse ponto. Nem devia ser difícil de confundir, já que «hetero» significa mesmo diferente... Partidas que a mente nos prega...


Comentar artigo

Cognosco ergo sum

Conheço logo sou

Estatísticas

Nº de dias:
Artigos: 336
Comentários: 2358
Comentários/artigo: 7,02

Visitas:
(desde 26 de Abril de 2005)
no Cognosco
 
Cogitações recentes
Obrigado, João, pela contribuição. Não está no art...
Estive lendo sua cogitação à respeito do cálculo d...
Obrigado, Aleff, pelo apreço pelo artigo. Exatamen...
achei muito interessante essa sua forma de ver a l...
Obrigado, Desejo um bom 2014 também.
Artigos mais cogitados
282 comentários
74 comentários
66 comentários
62 comentários
44 comentários
Artigos

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Julho 2016

Março 2015

Dezembro 2014

Outubro 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005