Últimas atualizações
Novo endereço do Cognosco: http://www.cognoscomm.com
Diário das pequenas descobertas da vida.
Sexta-feira, 18 de Fevereiro de 2005
CCCP

Há algum tempo (não precisa do «atrás». Aliás, o «atrás» nem tem lógica aqui. O «Há» do início da expressão é do verbo «haver». Não se diz «Passou algum tempo atrás» como não se diz «Há algum tempo atrás») em conversa com o meu Frater R surgiu a questão de porque seria que a maioria dos imigrantes vindos da Europa de Leste tinham formação universitária. Nesse momento (e foi nesse momento que liguei as coisas) lembrei-me que os países de leste, desde a 2ª Guerra Mundial eram comunistas, por imposição da outra grande potência colonial da Europa, a USSR. Nos países comunistas tanto a educação como o desporto (aliás como tudo o resto) são patrocinados pelo estado, pelo que todos têm os estudos pagos até quando quiserem e as sapatilhas pagas até as gastarem. Por isso a maioria deles têm formação universitária (e, pelo menos na Rússia, uma excelente formação em Matemática). É claro que uma pessoa pensará "Uau, mas isto é que é! O estado paga estudos, casa, desporto, tudo. Uma pessoa não tem a mínima preocupação na vida!" O problema que o morto-vivo PCP ainda não quis ver foi que uma economia unicamente gerada pelo estado não proporciona o estilo de vida que apreciamos aqui no "Ocidente" (entre aspas porque isto do Ocidente é relativo, a Rússia fica a Ocidente dos EUA, por exemplo... Para os EUA a Europa é a Oriente e a China a Ocidente!) Meia dúzia de cabeças a pensar em Economia como é nos países comunistas nunca podem ser melhores que milhares a fazê-lo nos países liberais. Não é só uma questão de quantidade. A liberdade de acção e planificação, podendo conduzir a desastres económicos (como a Grande Depressão) normalmente levam a muitos mais sucessos do que os poucos (se houver) das economias(?) comunistas. Marx é bom de ler em termos históricos e filosóficos. As condições de vida dos trabalhadores da altura eram terríveis. Graças em parte a ele mudaram. Pronto, já está, o comunismo já não se aplica no mundo que ajudou a criar. Surgiu para resolver um problema específico e resolveu-o. "Dasvedanya" e obrigado.



Publicado por Mauro Maia às 16:08
Atalho para o Artigo | Cogitar | Adicionar aos favoritos

Cognosco ergo sum

Conheço logo sou

Estatísticas

Nº de dias:
Artigos: 336
Comentários: 2358
Comentários/artigo: 7,02

Visitas:
(desde 26 de Abril de 2005)
no Cognosco
 
Cogitações recentes
Obrigado, João, pela contribuição. Não está no art...
Estive lendo sua cogitação à respeito do cálculo d...
Obrigado, Aleff, pelo apreço pelo artigo. Exatamen...
achei muito interessante essa sua forma de ver a l...
Obrigado, Desejo um bom 2014 também.
Artigos mais cogitados
282 comentários
74 comentários
66 comentários
62 comentários
44 comentários
Artigos

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Julho 2016

Março 2015

Dezembro 2014

Outubro 2013

Maio 2013

Fevereiro 2013

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Junho 2012

Janeiro 2012

Setembro 2011

Abril 2011

Fevereiro 2011

Dezembro 2010

Maio 2010

Janeiro 2010

Agosto 2009

Abril 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Abril 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Novembro 2007

Outubro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Abril 2005

Março 2005

Fevereiro 2005